Saber como cobrar corretamente os honorários contábeis é uma dificuldade comum a muitos contadores. Afinal, existem alguns itens que precisam ser levados em consideração no momento da formação de preços a serem praticados com os clientes.

É claro que cada cidade ou região apresenta realidades diferentes, porém, de maneira geral, os honorários contábeis podem ser calculados levando em consideração fatores diversos.

A seguir, listamos uma série de questões que precisam ser consideradas ao fazer o cálculo dos honorários. Continue conosco e confira.

Custo da equipe

Você precisa levar em consideração os valores que paga de salário para os seus colaboradores. Todos esses encargos devem entrar na conta que você fará para definir o valor dos serviços que serão prestados a cada cliente.

Custo da manutenção da infraestrutura

Os gastos que você tem com a manutenção e a infraestrutura do seu escritório também precisam ser considerados. Portanto, coloque na ponta do lápis os valores pagos pelo aluguel, pelo uso de um software contábil para trabalho, pela limpeza do ambiente, pelas contas de consumo, como água, energia, telefone e internet, entre outros.

Tempo disponibilizado para cada cliente

É importante que você cobre corretamente de cada cliente, de modo que uma empresa de pequeno porte que faz poucos serviços com você não deverá pagar a mesma quantia do que uma grande organização que também é sua cliente. Por isso, convém que você considere o tempo disponibilizado para cada cliente ao fazer um cálculo de cobrança de honorários.

Margem de lucro

Se você colocar no seu cálculo de honorários todos os itens até aqui, já terá garantido o pagamento de suas despesas, mas, como contador, você sabe que isso não é suficiente.

Por isso, também é preciso definir a margem de lucro, que é o valor que você pretende tirar como excedente, como se fosse o seu salário pelo serviço prestado.

Práticas e preços adotados por outros escritórios

Ficar de olho na concorrência também é importante, pois, assim, você pode ter uma média de quanto os outros escritórios da sua região estão cobrando pelos serviços que prestam.

A ideia aqui não é entrar em uma guerra de preços, mas sim observar se a sua margem de lucro vai ao encontro do que os outros profissionais estão propondo.

Orientações do Conselho Federal de Contabilidade (CFC)

É importante, também, observar quais são as orientações repassadas pelo CFC no que se refere à cobrança. Segundo o Código de Ética Profissional do Contador, por meio de seu artigo 6º, ao fazer o cálculo da cobrança de honorários, deve ser observada a relevância, a complexidade e o tempo utilizado para os serviços. Também deve ser analisado se o cliente é eventual ou fixo.

Agora você já sabe o que levar em consideração ao calcular os honorários contábeis e, seguindo essas orientações, temos certeza de que conseguirá cobrar um valor justo de seus clientes.

Gostou deste artigo e quer receber mais dicas interessantes como essas em seu e-mail? Então, não perca tempo e assine nossa newsletter! Assim, você ficará informado de nossos conteúdos em primeira mão.