Consultando e baixando as NFS-es com o NF-e SIEG

Você sabia que o usuário dos sistemas NF-e SIEG/ Cofre SIEG podem baixar e armazenar as NFS-es com total segurança e praticidade? 

 Vamos precisar de sua ajuda para aprimorar essa nova funcionalidade, pois no Brasil o número de prefeituras é imenso e ainda não integramos todas elas, mas damos um passo inicial muito importante. Aproveite mais este benefício de nossas soluções e conte conosco sempre!

A seguir, veja as tabelas dos portais das NFS-e e a lista de cidades com suporte a NFS-e atualmente em nosso sistema. É cliente e seu município não está na lista? Avisa pra gente! Faremos o máximo para incluí-los nas demais atualizações do software.

Clique aqui para visualizar todas as tabelas!

Não é cliente ainda? Vem falar com a gente! Acesse o Chat Online, localizado na direita do nosso site, na parte inferior. Não esqueça de pedir um teste grátis!

Contador: 5 dificuldades do dia a dia no escritório

A rotina de um escritório de contabilidade envolve um trabalho árduo na busca de informações junto aos clientes e no acompanhamento constante da legislação fiscal do país.

É preciso ter uma equipe preparada e sempre atenta às mudanças na legislação, para que seja possível fazer um atendimento eficiente aos clientes e evitar problemas com o Fisco.

São muitas as dificuldades enfrentadas no dia a dia pelos profissionais de contabilidade. Confira quais são os principais obstáculos.

 

1 – Erros na emissão de documentos 

Um dos principais problemas dos contadores começa já na origem, ou seja, na emissão do documento fiscal por parte do cliente. Como a legislação brasileira é muito ampla, é difícil que o profissional responsável pela emissão do documento fiscal tenha conhecimento de todos os detalhes necessários. Por conta disso, costumam ocorrer muitos erros nesta etapa inicial de emissão. “Isto impacta diretamente nas empresas de serviços contábeis, gerando inúmeros processos e procedimentos para a regularização destes erros”, afirma o presidente do Sescon Blumenau, Jefferson Pitz.

 2 – Informações incompletas e atrasadas  

A busca pela informação é outra grande dificuldade, pois muitos clientes não encaminham as informações de forma correta e dentro dos prazos. “Além de nem sempre buscarem o auxílio adequado dentro dos escritórios de contabilidade, fazendo com que as informações sejam geradas de forma incorreta, ainda há muita demora no repasse para o contador”, diz a contadora Karine Gresser, com a experiência de 10 anos em escritório contábil e consultora de negócios do sistema myrp.

3 – Integração dos dados   

A grande palavra do momento, segundo o presidente do Sescon, é INTEGRAÇÃO. “O que se precisa são ferramentas que facilitem a integração entre os mais diversos sistemas privados e públicos”, complementa Pitz. Ele salienta que com o acesso direto às informações, várias divergências que podem ocorrer numa interação, seja exportação ou importação de dados, diminuem sensivelmente, e ainda há ganho de tempo.

4 – Acesso ao cliente 

Para que o contador consiga ter os benefícios da integração de dados, é preciso que o cliente escolha uma ferramenta de gestão que possibilite ao escritório contábil o acesso aos dados da empresa. É importante que ele possa exportar XML, para fazer o fechamento contábil, agilizando o processo desses envios. Também deve ter acesso aos relatórios financeiros e SPED. “O fato dele ter acesso em tempo real faz com que consiga ajustar eventuais discordâncias nos dados antecipadamente, agilizando o processo no recebimento da informação”, comenta a contadora Karine Gresser.

 5 – Qualificação constante da equipe 

O presidente do Sescon acrescenta ainda que outro grande problema dos contadores é o enorme custo em preparar, qualificar pessoas para o exercício destas atividades relacionadas a área fiscal.  E para isso, o remédio é mesmo investir constantemente em treinamentos, para que os profissionais fiquem sempre atualizados em relação às novidades da legislação e possam orientar corretamente os clientes.

Fonte: Jornal Contábil

Contador: como novas possibilidades de negócios estão mudando essa profissão para melhor

A tecnologia muda o papel de diversas profissões. Esse é um movimento que teve início na 1ª Revolução Industrial, mas continua até hoje. Entretanto, diferente daquela época, nas últimas duas décadas o uso de computadores e da internet tem permitido que a maioria das carreiras simplesmente se adaptem e cresçam, e não mais deixem de existir.

É o caso da profissão do contador. Sem dúvida, ela mudou muito nos últimos anos. Há inclusive quem diga que ela irá morrer. Uma pesquisa da Ernest Young apontou isso recentemente. De acordo com ela, até 2025 esse profissional já não existirá mais.

Em parte, eles não estão enganados. O contador clássico realmente já está morrendo, mas a essa classe foi dada a oportunidade de mudar - e ao longo dos anos muitos vêm fazendo isso. Antigamente, o contador era apenas um “guarda livros”, uma pessoa dedicada a calcular manualmente diversos processos, e estar sempre ciente da condição financeira da empresa, mas sem voz administrativa. Essa profissão sem dúvida sumirá.

Ser guarda livros é algo que fazia sentido no século XIX, assim como na época era importante falar e escrever bem para ser contador. As mudanças vieram com o tempo. A introdução do computador mudou muito as coisas a partir dos anos 1990, principalmente com o uso de sistemas e de planilhas eletrônicas.

Hoje, o Excel foi deixado de lado e o uso de softwares ERPs é algo quase que obrigatório para a sobrevivência de uma empresa. Entretanto, apesar do aspecto tecnológico, o que mais mudou foi justamente e o mindset do contador.

Dos anos 1990 para os 2000, o foco da contabilidade, que era cumprir obrigações tributárias para com órgãos públicos, mudou completamente. O olhar passou a ser direcionado para o cliente.

De acordo com o CFC - Conselho Federal de Contabilidade, em 1996, apenas 1,98% dos contadores estavam interessados em contribuir para o crescimento dos seus clientes. Hoje, esse número tende aos 100%.

Isso porque houve um questionamento no mercado, e até na academia, sobre a carreira na área. O mercado passou a buscar um perfil proativo, multidisciplinar e com foco em consultoria e resolução de conflitos.

Com isso, até o salário dos contadores tem aumentado. De acordo com a previsão do Guia Salarial da Robert Half, os maiores aumentos salariais em 2016 foram dos analistas da área, cerca de 11%. As oportunidades de crescimento são inúmeras, e o contador facilmente consegue se tornar um gestor apto à tomada de decisão.

Ele passou a usufruir de forma estratégica de toda a informação que já gerenciava, pois o trabalho diário desses dados e processos ficou toda delegada à tecnologia. Atualmente, o contador usa seu bem mais valioso: seu conhecimento do panorama contábil.

Vemos cada vez mais o contador assumir uma posição entre as profissões ditas “humanas”, que não podem ser substituídas pela tecnologia. A automação de processos exaltou o potencial de gestão da profissão. O uso arcaico da contabilidade deu espaço à administração da empresa, e essa cada vez mais dá espaço ao empreendedorismo.

A contabilidade é a linguagem dos negócios, e era apenas uma questão de tempo até que se abraçassem de vez as rédeas da gestão. O sucesso está ligado a apenas uma boa tomada de decisão, e a análise de dados que permite isso é justamente o que os contadores vêm fazendo há anos.

O diálogo direto com o cliente tem transformado o contador em empreendedor potencial, e mesmo que ainda seja necessário manter um profissional com essas habilidades interdisciplinares à disposição, não será mais apenas nas empresas que contadores terão oportunidade de crescimento.

Essa profissão não irá morrer. Ela é humana demais para ser devorada. A tecnologia irá transformá-la, acabando com todos os trabalhos manuais e repetitivos, mas a ação proativa de seus profissionais irá expandi-la. Novas oportunidades de negócios estão se abrindo à frente. Basta estar preparado para elas!

Fonte: InformaMídia/Contabilidade na TV

5 dicas para gerenciar o tempo em escritórios contábeis

 Um dos principais desafios para os contabilistas é gerenciar o tempo. Os diversos compromissos e o grande número de tarefas que devem ser realizadas levam os escritórios contábeis a ter uma rotina corrida e muitas vezes desorganizada. A tentativa de fazer diversos serviços em um curto espaço de tempo faz com que os contadores, muitas vezes, não deem a atenção necessária aos mesmos. Por isso, a rotina do contabilista deve ter como principal foco gerenciar o tempo.

Gerenciar seu tempo não é uma tarefa fácil para grande parte dos profissionais. A maioria dos escritórios de contabilidade não faz uma avaliação somente do currículo dos contadores, mas também analisa como eles fazem o gerenciamento de seu tempo. Isso acontece porque o tempo é um recurso muito valioso para a rotina do contador e qualquer atraso nos trabalhos pode levar à insatisfação dos clientes. A rotina de escritórios de contabilidade é intensa, com seus inúmeros clientes e atendimentos realizados em um único dia. Por isso, gerenciar seu tempo é um dos grandes desafios dos contadores. Assim como todas as empresas, os escritórios de contabilidade prezam pela organização. Por isso, otimizar o tempo é essencial! Confira a seguir algumas dicas para gerenciar o tempo e as coloque em prática agora mesmo:

 Planeje sua rotina

Em qualquer tipo de empresa é essencial que a gestão tenha um planejamento. E isso também se aplica aos escritórios de contabilidade.Ter um planejamento possibilita aos contadores definir estratégias para cumprir suas tarefas, de acordo com o tempo gasto para realizá-las. Por meio de um plano de negócios, os contadores conseguem gerenciar seu tempo, fazendo com que o cotidiano do escritório contábil se torne mais organizado. Com isso, os profissionais podem se dedicar às tarefas do dia a dia com mais tranquilidade.

Reduza as pausas

Todo profissional necessita de um tempo de descanso, é claro, mas esse tempo pode se tornar seu inimigo se não for otimizado. Tente reduzir suas pausas e gerencie o tempo a seu favor. Enumere as tarefas que necessita cumprir ao longo do dia e divida seu tempo de acordo com a complexidade de cada uma delas. Com isso, você poderá se organizar e fazer com que suas pausas sejam programadas. Outra dica importante é não se sobrecarregar. Tente diminuir progressivamente o número de horas extras. Contadores precisam realizar tarefas que demandam um elevado nível de atenção. Por isso, é importante estar descansado para que a produtividade seja elevada. Os escritórios de contabilidade necessitam produzir mais em menos tempo.

Organize suas tarefas

Um grande aliado da produtividade dos escritórios contábeis é a organização das tarefas, de acordo com a importância das mesmas e do tempo gasto para realizá-las. Saiba qual é o horário de maior rendimento de cada contador para, assim, gerenciar seu tempo e organizar uma rotina em que sua produtividade seja mais rentável. Não tente impor horários, pois isso só irá atrapalhar o desempenho dos contabilistas.

Saiba delegar tarefas

Não tente delegar diversas atividades a um único contador. Utilize a gestão de seu escritório contábil para delegar as tarefas de acordo com as habilidades de cada profissional. Com isso, as tarefas serão melhor realizadas e nenhum contabilista será sobrecarregado, fazendo somente os serviços de sua competência. A organização é uma importante aliada para gerenciar o tempo, mantendo a rotina do profissional otimizada.

Use a tecnologia a seu favor

Automatize os processos manuais do seu escritório de contabilidade. Utilize sistemas de gestão contábil que atendam à demanda dos serviços realizados no seu trabalho. Com esses softwares, você poderá organizar a rotina de seus contadores com eficiência e simplificar o seu dia a dia. Organize e otimize o seu tempo!

Fonte: Portal Contábeis 

Novo sistema permite abrir empresas em até 5 dias

business-437020_1280 Um sistema que integra União, estados e municípios promete facilitar a vida dos novos empreendedores. A REDESIMPLES será um processo único e simplificado para que a abertura de empresas no Brasil aconteça em até cinco dias. O novo sistema foi oficializado  em uma cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, com a presença do presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, e do ministro da secretaria de Governo, Ricardo Berzoini. A nova plataforma será operacionalizada por meio de um sistema nacional informatizado, o Registro e Licenciamento de Empresas (RLE). Os empresários terão um sistema de entrada de dados único que permitirá abrir empresas, alterar cadastro, obter licenças de funcionamento e dar baixa de empresas. Isso tudo poderá ser feito online, caso o empreendedor possua um certificado digital. Segundo o Sebrae, os negócios considerados de baixo risco, 90% do total hoje, poderão ser abertos em até cinco dias. Atualmente, a média de abertura de empresas é de 83 dias. A ideia da REDESIMPLES é diminuir a burocracia e aumentar a competitividade das empresas brasileiras. “É apenas um primeiro passo para conseguirmos criar um país menos burocrático para todos”, diz Afif. A ferramenta já está disponível para empreendedores do Distrito Federal, através do Portal Empresa Simples. Fonte: PEGN

Governo decide adiar até dia 30 prazo do eSocial após problemas no site

relógio-tempo O governo federal decidiu adiar o prazo de cadastro e pagamento do eSocial, o Simples Doméstico, que unifica o recolhimento dos tributos devidos aos empregados domésticos, como FGTS e INSS, e que terminaria nesta sexta-feira (6). Uma portaria será publicada nesta quinta-feira pelo governo prorrogando o prazo de pagamento até o dia 30 deste mês. A Receita Federal informou em nota nesta quarta-feira (4) que, devido a problemas técnicos, apenas 22,9% das pessoas que tentaram emitir a guia de pagamento do Simples Doméstico haviam conseguido fazê-lo até as 19h, a dois dias do prazo inicial. "As medidas adotadas para solucionar os problemas de instabilidade nos sistemas informatizados do site do eSocial ainda não são suficientes para garantir que todos os empregadores domésticos consigam imprimir o Documento de Arrecadação do eSocial – DAE até a próxima sexta-feira, 6 de novembro", justificou a Receita. "Diante dessa situação, a Receita Federal propôs e os Ministros da Fazenda e do Trabalho e Previdência Social editarão portaria conjunta que prorrogará o prazo para pagamento do DAE até o último dia útil de novembro. A medida permitirá que o Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) conclua seu trabalho de saneamento dos problemas dos sistemas, oferecendo aos empregadores mais tempo e qualidade nos serviços oferecidos no site do eSocial." Segundo a Receita, "os contribuintes que emitiram o DAE com vencimento em 6 de novembro poderão pagar o documento até essa data ou emitir outro DAE para pagamento até a data do novo vencimento". Instabilidade no sistema Mais cedo, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, já tinha admitido que o prazo poderia ser prorrogado em razão dos problemas técnicos para emitir a guia de pagamento dos tributos. Até a véspera, a Receita descartava qualquer possibilidade de mudança na data. Mas, nesta quarta-feira, o Fisco passou a cogitar a possibilidade, diante dos problemas enfrentados pelos empregadores para emitir a guia. A Receita informou que solicitou nesta quarta ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) uma "avaliação técnica definitiva" sobre a instabilidade do programa. Essa avaliação serviria de base para o governo decidir "quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial", disse a Receita, em nota divulgada mais cedo. Fonte: Portal Contábeis